Notícias

Samuel Pinheiro Guimarães: Mercosul deve ser agência de desenvolvimento

"É preciso que se leve em consideração que há países em relações aos quais há necessidades de se fazer grandes investimentos”, defendeu o embaixador durante congresso do Centro Celso Furtado.

Vice do BNDES aposta em retomada do crescimento

João Carlos Ferraz crê numa recuperação mais firme dos investimentos agora no segundo semestre desse ano, destaca o Paraná Online.

Falta de mão de obra em ciência e tecnologia é ponto "fraco" do Brasil

Na avaliação de especialistas ouvidos no 1º Congresso Internacional do Centro Celso Furtado, o déficit de profissionais brasileiros com conhecimento na área de ciência e tecnologia é o "calcanhar de Aquiles" do desenvolvimento do País.

Deepak Nayyar aponta perspectivas otimistas para o futuro do desenvolvimento

Confira a cobertura do 1o. Congresso Internacional do Centro Celso Furtado.

Concentração industrial geração de desigualdade

"É preciso pensar a longo prazo e ver que a quantidade de investimentos atraídos para a região Nordeste nos últimos anos não é capaz de manter o crescimento", afirma Tânia Bacelar à Revista Nordeste.

Nordeste fora da prioridade

Especialistas apontam que políticas de desenvolvimento do Governo geram reconcentração de investimentos no Sudeste e colocam em risco crescimento regional.

Congresso do Centro Celso Furtado aponta caminhos para desenvolvimento do país

O evento, que tomará lugar no Rio de Janeiro, será acompanhado pela Revista Nordeste – e, nesta nova edição, traz uma matéria explicando sobre o que deve ocorrer por lá.

Ex-­ministro da Fazenda brasileiro defende fim do euro

Em entrevista ao Le Monde, Luiz Carlos Bresser-Pereira propõe acabar,
de maneira ordenada, com a moeda única.

Educação frágil e desigualdade social são "calcanhar de Aquiles" do Brasil

Falta de mão de obra trava o desenvolvimento, destaca o portal Inovação Tecnológica.

Falta de mão de obra trava o desenvolvimento

Segundo especialistas, déficit de profissionais nas áreas é o “calcanhar de Aquiles” do País, ressalta o portal Bem Paraná.

Congresso no Rio debate novo ciclo de desenvolvimento

O economista e professor da Universidade Jawaharlal Nehru, de Nova Deli, na Índia, Deepak Nayyar, destacou que a grande diferença entre o desenvolvimento das nações asiáticas e as da América Latina é o investimento em tecnologia.

Deepak Nayyar fará a palestra inaugural do congresso

Nesta entrevista, o economista indiano conta como conheceu o trabalho de Celso Furtado, fala de sua influência no pensamento econômico de seu país, resume brevemente a situação econômica e social da Índia nos dias de hoje e adianta os principais pontos que abordará em sua palestra no dia 15 de agosto.

Amazônia: cidadania ou capitulação

Uma involuntária alegoria amazônica produzida em parceria por poetas, prosadores e políticos não amazônicos. Confira o texto de Amando Dias Mendes elaborado para apresentação no 1o. Congresso Internacional do Centro Celso Furtado.

Pólo Industrial de Manaus: suas transformações e seus êxitos na agregação de valor regional, no período 1996-2009

Artigo de José Alberto da Costa Machado e Mauro Thury de Vieira Sá traz os resultados de sua mais nova pesquisa sobre o Pólo Industrial de Manaus. Leia a íntegra do artigo.

A crise no Mercosul e a integração sul-americana

Mesa no 1º Congresso do Centro Celso Furtado servirá de palco para que o embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, que deixou recentemente o posto de Alto Representante Geral do Mercosul, fale do relatório, entregue ao Conselho de Ministros,em que defende a integração para o desenvolvimento da América do Sul.

Em busca das fontes de desenvolvimento do Nordeste

Estudiosos e gestores públicos vão debater, em mesa do congresso, se as instituições, estratégias e políticas de desenvolvimento hoje em funcionamento estão sendo adequados e suficientes para orientar e dirigir o crescimento sustentável da região.

Palestras do Congresso serão transmitidas online

As palestras e os debates realizados no auditório serão transmitidos para a internet via streaming. O link de acesso estará disponível neste site, no dia 15 de agosto, às 10h.

1° Congresso Internacional do Centro Celso Furtado

Especialistas vão apresentar o cenário da economia no Brasil e no mundo e discutir perspectivas socioeconômicas contra a crise financeira, informa o Portal Fator Brasil.

Maria da Conceição Tavares fará palestra de encerramento

Professora foi recentemente homenageada pelo Centro Celso Furtado com o lançamento do livro Desenvolvimento econômico e crise, em comemoração a seus 80 anos. O Centro acaba de lançar também o quinto número dos Arquivos Celso Furtado: Ensaios sobre Cultura e o Ministério da Cultura.

Relatório ao Conselho de Ministros do Mercosul

O embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, sócio fundador do Centro Celso Furtado, anunciou na reunião dos chanceleres do Mercosul, dia 28 de junho, a sua decisão de deixar o cargo de Alto Representante Geral do Mercosul, que ocupava desde janeiro de 2011.  O embaixador participará da mesa “Integração da América do Sul: desafios do desenvolvimento regional no século XXI” no Congresso do Centro. Leia aqui o relatório apresentado pelo embaixador ao Conselho de Ministros do Mercosul.

Enriquecendo o debate sobre inovação e tecnologia

Contribuições relevantes dos estudiosos latinoamericanos sobre o papel desempenhado pela inovoção tecnológica no desenvolvimento econômico serão destacadas na mesa organizada por José Eduardo Cassiolato, da UFRJ.

Ecos da Rio + 20 serão debatidos no congresso

Clóvis Cavalcanti, coordenador da mesa Sustentabilidade do Desenvolvimento e Impactos Socioambientais e Territoriais do Crescimento Econômico, quer discutir algumas das proposições saídas da Cúpula dos Povos, que sejam capazes de atrelar a economia às necessidades das pessoas.

Uma radiografia do modelo mexicano de desenvolvimento

Coordenados pelo professor Arturo Guillén, pesquisador visitante do Centro Celso Furtado, economistas do México vão discutir as consequências para o país de sua adesão ao Tratado de Livre Comércio Norte-Americano, que consolidou o modelo neoliberal de economia aberta.

CT&I e o desenvolvimento regional

Reunindo seis grandes especialistas no tema, mesa vai apresentar um panorama dos desafios a serem enfrentados para que a dimensão territorial seja contemplada no planejamento das políticas públicas de ciência, tecnologia e inovação no Brasil.

Mesa vai debater o papel dos movimentos sociais

Com coordenação da historiadora Dulce Pandolfi, da Fundação Getúlio Vargas, já estão confirmadas as presenças de três importantes lideranças sociais brasileiras: João Pedro Stédile, Itamar Silva e Betânia Ávila.

A contribuição das Ciências Sociais

Quatro cientistas políticos convidados para o Congresso vão tentar traduzir, dentro da perspectiva de seus estudos, o que as Ciências Sociais estão destacando como questões fundamentais a serem refletidas e discutidas neste momento em que se observa um novo ciclo desenvolvimentista no país.

Um convite ao debate, diz Ricardo Ismael

Segundo o cientista político, membro da comissão organizadora, o 1o. Congresso Internacional do Centro Celso Furtado foi idealizado para colocar em contato direto não apenas seus sócios mas também seus convidados – pesquisadores do Brasil e do mundo, além de representantes dos movimentos sociais, para discutir e fazer avançar o pensamento e as políticas sobre desenvolvimento.

 

 

Realização

Apoio