www.centrocelsofurtado.org.br

Imprimir Assine 
Compartilhe

Memories of Development nº 3


 

Rio de Janeiro, outubro de 2009, ano 3, nº 3
388 páginas
ISSN: 1981-7789
 

 

 
A terceira edição da publicação periódica do Centro Celso Furtado traz depoimentos de líderes empresariais e de ex-dirigentes e funcionários do BNDES, que tiveram expressiva atuação no processo de industrialização brasileiro.


Sumário
 



As décadas compreendidas entre 1950 e 1980 foram extremamente ricas para a evolução e modernização das instituições do Estado brasileiro e para o concomitante processo de industrialização dirigida ao desenvolvimento do mercado interno. Pode-se afirmar, sem dúvida, que foi nesse período que as principais mudanças decorrentes da tardia industrialização brasileira e da ocupação de suas fronteiras internas, promovidas pela expansão agrícola capitalista, tomaram corpo e começaram a desenhar o País que hoje ocupa um lugar entre os industrializados.
O BNDES tornou-se a principal agência oficial na coordenação dos investimentos públicos e o principal executor das políticas traçadas pelos planos econômicos para os setores sob a responsabilidade do setor público, incentivando a formação de uma indústria nacional. O apoio do Banco ao investimento em infraestrutura básica foi decisivo para a realização dessas metas, e dessa ação resultaram o barateamento dos insumos ao setor industrial e a eliminação de vários pontos de estrangulamento da economia.
Nesta edição de Memórias do Desenvolvimento, o Centro Celso Furtado publica os depoimentos de ex-presidentes, diretores e funcionários do BNDES, e de líderes empresariais que tiveram expressiva atuação e voz durante o processo de industrialização brasileiro, mantendo com o Banco forte relação na ampliação de setores e indústrias consideradas estratégicas. Os depoimentos nos ajudam a entender a história dessa importante instituição e corroboram seu papel-chave para o desenvolvimento do País.

 





Centro Celso Furtado © 2011 - All rights reserved