www.centrocelsofurtado.org.br

Imprimir Assine 
Compartilhe

Entrevistas y testimonios


 

  • UN Voices: the Struggle for development and social justice (2005). Th. G. Weiss, L. Emmerij, R. Jolly (org.). Indiana: Indiana University Press. Depoimento para o Projeto História Intelectual das Nações Unidas.
  • Entrevista com Celso Furtado. Rosa Maria Vieira. História Oral. São Paulo, nº 7, junho 2004, pp 21-40.
  • Falando sobre a atual situação econômica mundial da América do Sul e do Brasil – Entrevista com Celso Furtado. Revista de Economia Mackenzie. São Paulo, ano 2, nº 2, 2004, pp.13-28.
  • O Brasil do século XX: Entrevista com Celso Furtado. Estatísticas do século (2003). Rio de Janeiro: IBGE. Entrevista a Eduardo Pereira Nunes: pp. 11-24.
  • Memórias do presente – 100 entrevistas do Mais! (2003). A. Schwartz (org.). São Paulo: Publifolha. Entrevista a G. Schwartz e A. Labaki, 19.07.1992.
  • Renda de cidadania: a saída é pela porta (2002). E. Matarazzo Suplicy. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo/Cortez. Depoimento prestado em audiência pública à Comissão Mista do Congresso Nacional de Combate à Pobreza. Rio de Janeiro, dezembro de 2000.
  • Celso Furtado (2002). Coleção Pensadores Contemporâneos. Rio de Janeiro: Eduerj. Entrevista a Aspásia Camargo & Maria Andrea Loyola.
  • José Pelúcio Ferreira e a pós-graduação no Brasil (2001). A. Figueira Ferrari. Brasília: Paralelo 15 Editores. Depoimento: p. 31.
  • Estão liquidando a soberania nacional. Em Brasil: crise e destino – entrevistas com pensadores contemporâneos (2000). C. Benjamin & L.A. Elias (org.). Rio de Janeiro: Expressão Popular. Entrevista: pp. 13-20.
  • Memória viva do regime militar – Brasil: 1964-1985 (1999). Ronaldo Costa Couto. Rio de Janeiro: Record. Depoimento: pp. 194-206.
  • Lições de mestres – entrevistas sobre globalização e desenvolvimento econômico (1998). Rio de Janeiro: Campus/ABDR. Entrevista: 65-75.
  • Há risco de uma ingovernabilidade crescente. Em Visões da crise (1998). A. Santos Mineiro, L. A. Elias, C. Benjamin (org.). Rio de Janeiro: Contraponto. Entrevista: pp. 11-31.
  • Conversas com economistas brasileiros (1997). C. Biderman, L. F. Cozac & J.M. Rego. São Paulo: Editora 34. Entrevista: pp. 61-87.
  • A longa busca da Utopia. Em Economia Aplicada. São Paulo, vol. 1, nº 3, julho-setembro 1997, pp. 545-563. Depoimento a Leda Paulani e Armenio Rangel.
  • El declive de la influencia de los intelectuales: entrevista a Celso Furtado (1995). Carlos Mallorquin. Estudios latinoamericanos nº 3, janeiro-junho. México, pp.125-144.
  • Questions posées à Celso Furtado. L´Amérique latine - états des lieux et entretiens. Paris: L´Harmattan, 1994.
  • El pensamiento económico latinoamericano. Entrevista a Celso Furtado (26 de abril de 1993). Revista Paraguaya de Sociologia. Assunção, ano 30, nº 88, set-dez. 1993, pp. 171-86. Em português: "Celso Furtado fala sobre o pensamento econômico latino-americano", Novos Estudos (Revista do Cebrap), São Paulo, março de 1995.
  • Brazil: Social and Economic Survey (1993). Rio de Janeiro: Insight. Depoimento: pp. 54-58.
  • Certas palavras (1990). C. Ferreira & J. Vasconcellos (org.). São Paulo: Estação Liberdade/Secr. Estado Cultura. Entrevista: pp.40-64.
  • É preciso criar poderes regionais. A Nova República - o nome e a coisa (entrevistas) (1985). L. Dantas Mota (entrev.), FH Cardoso, R. Campos. C. Furtado, H. Jaguaribe et alii. Sâo Paulo: Brasiliense.
  • O Brasil não se desenvolveu, modernizou-se. A História vivida (II) (1981). Lourenço Dantas Motta (org.). São Paulo: O Estado de São Paulo.
  • Somos sempre escravos da geração anterior de economistas. Ensaios de Opinião. Rio de Janeiro: Paz e Terra, vol. 10, 1979. Entrevista: pp. 7-12.




Centro Celso Furtado © 2011 - Todos los derechos reservados