www.centrocelsofurtado.org.br


Chapa candidata à Diretoria - Eleições 2018


Imprimir



 - Chapa única:

 

DIRETOR-PRESIDENTE

  • Roberto Saturnino Braga - 
Formado em engenharia civil e econômica, com cursos da CEPAL e do ISEB. Foi funcionário do BNDES, a partir do primeiro concurso do Banco, em 1956. Teve longa vida política, como vereador, deputado federal e senador por três mandatos, tendo sido o primeiro prefeito do Rio de Janeiro eleito pelo voto direto do povo. Escritor com 15 livros publicados, de política e de literatura de ficção. Preside o Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento e o Instituto Cultural Casa Grande.

DIRETORES:
 
  • Beatriz Bíssio

Professora Adjunta do Depto. de Ciência Política - IFCS/UFRJ. Professora do Programa de Pós-Graduação em História Comparada - PPGHC UFRJ. Doutora em História (Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.) Título da pesquisa: Percepções do espaço no Medievo Islâmico. O exemplo de Ibn Khaldun e Ibn Battuta. Indicada para o Prêmio ANPUH 2010 pelo PPGH/UFF e publicada pela Editora Civilização Brasileira com o título "O mundo falava árabe". Graduada em Ciências Sociais pela PUC/RJ. Teve longa atuação como jornalista no terreno internacional, como correspondente de vários meios de comunicação latino-americanos e como fundadora, diretora e editora das revistas Cadernos do Terceiro Mundo (1974-2006), Ecologia e Desenvolvimento (1991-2006) e Revista do Mercosul (1992-2006). Percorreu, ao longo de três décadas, a América Latina, África e Ásia (em particular o Oriente Médio), e fez a cobertura de momentos marcantes da história contemporânea como a guerra de libertação e a independência de Angola e Moçambique, a luta contra o apartheid na África do Sul, o conflito árabe-israelense, a guerra no Líbano, a questão do Iraque, as Conferências do Movimento Não Alinhado e da ONU (Beijing sobre a Mulher, etc). Uruguaia, naturalizada brasileira, morou na Argentina, Peru, México e Portugal. Consultora em Relações Internacionais (foi a Coord. do Comitê de Relações Internacionais do Governo do Maranhão, na gestão do Dr. Jackson Lago 2007-2009 e responsável das articulações dos projetos de cooperação junto ao Itamaraty). Preside o Espaço Cultural "Diálogos do Sul". Prêmio Vladimir Herzog e Golfinho de Ouro 2000 de Jornalismo. Medalha da Vitória, concedida pelo Ministro da Defesa, Celso Amorim (Portaria N. 1.275/MD 29/04/2013).           

 

  • Marcos Dantas

Professor Titular da Escola de Comunicação da UFRJ (titular livre). Doutor em Engenharia de Produção pela COPPE-UFRJ, é professor do Programa de Pós Graduação em Comunicação e Cultura da ECO-UFRJ e do Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação do IBICT-UFRJ. É membro eleito do Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI.br). Também é membro do Conselho Deliberativo do Centro Internacional Celso Furtado para Estudos do Desenvolvimento. Sócio da INTERCOM e da ULEPICC. O tema central das suas disciplinas na Graduação e na Pós é a Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura. Realiza estudos e pesquisas sobre Economia Política da Informação, Comunicação e Cultura, políticas públicas em tecnologias digitais, internet, propriedade intelectual, regulamentação dos meios de comunicação etc.           

 

  • Monica Bruckmann

Doutora em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Bacharel em Ciências Sociais. É Professora do Departamento de Ciência Política e do Programa de Pós-Graduação de História Comparada - PPGHC da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Diretora de Pesquisa da Cátedra e Rede da UNESCO sobre Economia Global e Desenvolvimento Sustentável ? REGGEN, Coordenadora do Grupo de Trabalho Geopolítica, integração regional e sistema mundial do Conselho Latinoamericano e Caribenho de Ciências Sociais-CLACSO, Coordenadora do Núcleo de Pesquisa da UFRJ sobre Geopolítica, Integração Regional e Sistema Mundial,-GIS/UFRJ, Presidente da Agência Latinoamericana de Informação-ALAI, membro permanente do claustro de orientadores do Doutorado de Ciências da Administração da Universidade Nacional Autônoma do México-UNAM e pesquisadora da Rede de Estudos de Economia Mundial ? REDEM, com sede na Universidade de Puebla-México. É socia do Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento (Brasil), pesquisadora associada do Centre Tricontinental (Bélgica) e membro do comité editorial da revista Social Change (Índia). Foi assessora da Secretaria Geral da União de Nações Sulamericanas (UNASUL) e Diretora do Instituto de Pesquisa Social Perúmundo (Lima) . Seu livro "Dialética e imprensa revolucionária em José Carlos Mariátegui" foi traduzido ao mandarim e publicado recentemente pela editora da Academia Chinesa de Ciências Sociais. Seu último livro "Recursos naturales y la geopolítica de la integración sudamericana" foi publicado em espanhol no Peru, Equador, Venezuela, Argentina e Bolivia e atualmente se prepara a edição em português e inglês. Colaborou com jornais e revistas entre os quais destaca o jornal francês Le Monde Diplomatique. Seus trabalhos foram traduzidos para o espanhol, inglês, português, francês, alemão, italiano, árabe, coreano, búlgaro, russo, holandês, esperanto, japonês, norueguês, polonês, servo-croata, crioulo, e chinês.           

 

  • Monica Lessa

Graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1983), mestrado (1991) e doutorado em História do Mundo Contemporâneo pela Université de Paris X (1997). Professora Associada do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Área de atuação: Relações Internacionais. Professora dos Programas de Pós-Graduação em História (1999-2013) e de Relações Internacionais (2009). Principais temas de pesquisa: Política Internacional, História das Relações Internacionais, Cultura e comunicação nas relações internacionais. Atuou como coordenadora-adjunta do Programa de Pós-Graduação em História (2001-2004), participou da elaboração de projeto e da implantação do Doutorado em História na UERJ (2003) tendo sido Coordenadora-geral do Programa entre 2004-2006. Coordenadora do Curso de Especialização em História das Relações Internacionais de agosto de 2009 a 2011, reeleita para os biênios de 2011-2013 e 2013-2015. Eleita coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais para o biênio de 2015-2016. Procientista desde 2002. Professora-visitante da Université Paris II (2006). 






Centro Celso Furtado © 2006 - Todos os direitos reservados